Seu filho sabe o que sabe?

Seu filho sabe o que sabe?

Uma maneira para ajudar seu filho a ter melhor desempenho nos estudos é despertar nele o hábito de refletir sobre o quanto ele confia que sabe sobre o que está estudando.

Na prática, basta que você pergunte o quanto ele acha que aprendeu do que estudou – para a prova ou durante a tarefa.

A resposta pode vir em numero, se ele já tiver aprendido porcentagem: por exemplo, “acho que sou capaz de lembrar 80% do que estudei” ou de forma mais vaga, se ainda não chegou a dominar esse cálculo. Pode ser muito, pouco ou quase nada.

Há dois benefícios de fazer essa pergunta:

1 – dar a seu filho uma chance de refletir sobre seu próprio hábito de estudo, criando uma oportunidade para que ele mesmo conclua que ainda não estudou o suficiente (caso a resposta seja “muito pouco”) e

2 – ajudá-lo a desenvolver a consciência de que é ele próprio quem está criando o cenário que virá de volta para ele mesmo, na entrega da nota e boletim.

Este processo, chamado Metacognição é aquele em que refletimos sobre nossos conhecimentos e forma de pensamento e traz ainda retorno positivo mais amplo do que os dois que acabamos de mencionar.

Estudos desenvolvidos na Universidade  de Nova Iorque revelam aumento de volume de massa cinzenta no cérebro em decorrência do desenvolvimento de habilidades de metacognição. E mais que isso, as experiências demonstraram que a Metacognição ajuda no desenvolvimento de senso de responsabilidade e auto controle.

Em última instância, ao pensar sobre o que sabe ou ainda não sabe em relação ao conteúdo que está aprendendo, seu filho elimina a tendência de buscar culpados pelo mau desempenho e desenvolve senso de auto conhecimento. De posse destas ferramentas, pode tornar-se um estudante pró ativo e mais independente ao longo do tempo.

fonte: Socorro, meu filho não estuda!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest