Últimos dias para se inscrever na 3ª edição do Circuito Opus Kids

Últimos dias para se inscrever na 3ª edição do Circuito Opus Kids

Realizado pela Opus Inteligência Construtiva, em parceria com a Velox Sports, a ação busca estimular à prática esportiva e o convívio em família

A Opus Inteligência Construtiva, em parceria com a Velox Sports, realiza no dia 15 de novembro, das 8h às 12h, na Rua 148, setor Marista (em frente ao Clube dos Oficiais), o Circuito Opus Kids. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de novembro no site www.veloxsports.com.br. O valor é R$ 40,00. Todos os participantes receberão um kit contendo mochila, camiseta e boné.

As provas serão distribuídas nas seguintes categorias: fraldinha – 50 metros (zero a 3 anos – na presença dos pais na pista); dente de leite (5 a 6 anos, percurso de 200 metros); mirim (7 a 8 anos, 500 metros); infantil (9 a 10 anos, 1.000 metros) e teen (11 a 17 anos, 1.900 metros e 3.800 metros).

Uma grande estrutura será montada no local. Durante toda a manhã as crianças poderão se divertir em várias oficinas como de pinturinha no rosto, balões, basquete, grafite, slackline, carrinho de rolimã, brinquedos, leituras e até oficina de DJs. Enquanto se aquecem para a prova, ainda é possível praticar a oficina de atletismo ou curtir a brinquedoteca.

Para as meninas mais vaidosas, um minicamarim estará montado para auxiliá-las na sua produção. Os apaixonados em games também têm espaço garantindo em um ambiente montado especialmente para eles. Super heróis, palhaços e um recreador com mega-fone também foram convocados para tornar a corrida ainda mais divertida.

O Opus Kids foi idealizado pela empresa por acreditar no estímulo à prática esportiva, ao convívio em família e na utilização saudável dos espaços públicos.

No aniversário de Goiânia, eventos esportivos marcam as comemorações no Flamboyant

No aniversário de Goiânia, eventos esportivos marcam as comemorações no Flamboyant

Como destaque, goianos contarão com evento infantil Corre Kids e a tradicional “Unimed Meia Maratona de Goiânia”
Na semana em que Goiânia celebra seus 82 anos, adeptos de corridas de rua e também do esporte, podem se preparar para uma programação diversificada no Flamboyant.  Além do Circuito Brasileiro Vôlei de Praia Open, o destaque é o evento infantil Corre Kids, no sábado, 24 de outubro. A maratoninha, que irá ocorrer na Arena Flamboyant (área externa do shopping, próximo ao Instituto Flamboyant) será dividida em duas categorias – Velocípede, para as crianças nascidas entre 2011 e 2013 e Corrida Pedestre, exclusiva para pequenos nascidos entre 2003 e 2010. As inscrições são limitadas ao máximo de 400 atletas.

No dia 25 de outubro, também na Arena Flamboyant, o espaço será o ponto de largada e chegada, da “Unimed Meia Maratona de Goiânia”, prova de corrida de rua promovida pelo shopping em parceria com a Unimed Goiânia e com realização de O Popular. A expectativa é de que cerca de 2.500 atletas, nas categorias masculino e feminino e de diferentes faixas etárias participem do evento. O circuito compreende percursos nas distâncias de 21km, 10 km e 5km e é considerado o mais esperado pelos amantes de corrida de rua da cidade. Em todas as categorias, os melhores classificados serão premiados com troféus. Também conforme regulamento, os três primeiros colocados nos percursos de 21km e 10 km contarão com premiação em dinheiro, exceto nas categorias por Faixa Etária.

Serviço
Circuito Brasileiro Vôlei de Praia Open
Quando: 22 a 25/10
Local: estacionamento alternativo, próximo à Riachuelo
Entrada franca

Corre Kids
Quando: 24/10 a partir das 8h
Inscrições: até 18/10 no site www.hanker.com.br/correkids
Local: Arena Flamboyant (área externa do shopping, próximo ao Instituto Flamboyant)

Unimed Meia Maratona de Goiânia
Quando: 25/10 a partir das 7h
Inscrições: até 18/10 no site www.meiamaratonadegoiania.com.br
Local: Arena Flamboyant (área externa do shopping, próximo ao Instituto Flamboyant)

3ª edição do Circuito Opus Kids

3ª edição do Circuito Opus Kids

Realizado pela Opus Inteligência Construtiva, em parceria com a Velox Sports, a ação busca estimular à prática esportiva e o convívio em família

Depois do sucesso das edições anteriores, a Opus Inteligência Construtiva, em parceria com a Velox Sports, realiza no dia 18 de outubro, das 8h às 12h, na Rua 148, setor Marista (em frente ao Clube dos Oficiais), o Circuito Opus Kids. Esse ano, o evento traz como tema a natureza, destacando o conceito de moradia do Opus Verti que é todo integrado ao verde da natureza.

As provas serão distribuídas nas seguintes categorias:fraldinha – 50 metros (zero a 3 anos – na presença dos pais na pista); dente de leite (5 a 6 anos, percurso de 200 metros); mirim (7 a 8 anos, 500 metros); infantil (9 a 10 anos, 1.000 metros) e teen (11 a 17 anos, 1.900 metros e 3.800 metros).

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 10 de outubro no site www.veloxsports.com.br. O valor é R$ 40,00. Todos os participantes receberão um kit contendo mochila, camiseta e boné. A camiseta poderá ser personalizada com o nome da criança no dia da retirada dos kits, que acontecerá de 15 a 17 de outubro. A expectativa é reunir 1.500 pessoas.

Uma grande estrutura será montada no local. Durante toda a manhã as crianças poderão se divertir em várias oficinas como de pinturinha no rosto, balões, basquete, grafite, slackline, carrinho de rolimã, brinquedos, leituras e até oficina de DJs. Enquanto se aquecem para a prova, ainda é possível praticar a oficina de atletismo ou curtir a brinquedoteca.

Para as meninas mais vaidosas, um minicamarim estará montado para auxiliá-las na sua produção. Os apaixonados em games também têm espaço garantindo em um ambiente montado especialmente para eles. Super heróis, palhaços e um recreador com mega-fone também foram convocados para tornar a corrida ainda mais divertida.

O Opus Kids foi idealizado pela empresa por acreditar no estímulo à prática esportiva, ao convívio em família e na utilização saudável dos espaços públicos.

Praticar atividade física no início da adolescência reduz o risco de diabetes na vida adulta

Praticar atividade física no início da adolescência reduz o risco de diabetes na vida adulta

Fonte: Diabetologia.  DOI 10.1007/s00125-015-3714-5. 

Um novo estudo publicado online na revista Diabetologia indica que altos níveis de atividade física durante o início da adolescência pode reduzir o risco de diabetes mais tarde na vida.

A nova pesquisa incluiu 300 crianças que foram avaliadas para a resistência à insulina a cada ano entre as idades de 9 a 16 anos. Os pesquisadores descobriram que na idade de 13 anos,  a resistência à insulina foi de 17% menor entre aqueles que eram mais ativos fisicamente em comparação com aqueles que eram menos ativos. No entanto, essa diferença diminuiu ao longo dos próximos três anos e desapareceu aos 16 anos.

Os autores concluíram que a resistência à insulina aumenta drasticamente entre os 9 anos até os 13 anos, e em seguida, cai na mesma medida até os 16 anos. O estudo descobriu que a atividade física no inicio da adolescência reduziu este pico na resistência à insulina, mas não teve impacto aos 16 anos.

© Bibliomed, Inc.

CRIANÇAS PASSEIAM PELA PAZ

CRIANÇAS PASSEIAM PELA PAZ

EBM realiza Baby Cross para celebrar e estimular a paz entre as novas gerações, com muita diversão e brincadeiras para os pequenos

A EBM realiza neste domingo (20), às 8h, a quarta edição do Baby Cross – Criança da Paz. O evento faz parte das ações da Rede Permanente Pela Paz, inserido na programação da 10ª Primavera Pela Paz. A iniciativa reunirá crianças de 0 a 6 anos, que irão participar de um divertido passeio em carrinhos de bebê, velocípedes e bicicletas. O objetivo da ação é incentivar, desde cedo, as crianças a disseminarem a cultura de paz entre as pessoas. Para participar, basta doar um brinquedo.

Para ficar ainda melhor, estão previstas atrações como brincadeiras, pula-pula infantil, cama elástica, pinturinha de rosto, show com a banda Lupa Kids, muita animação com a presença da Turma da Mônica, palhaços coloridos, apresentação de balé com tecido acrobático, banda de fanfarra infantil, aquecimento e alongamento com a equipe da academia infantil My Gym, pipoca e algodão doce. Para os pais, haverá um espaço de relaxamento com quick massage e esfoliação com profissionais do Spa Relancer. A largada do passeio será dada com a tradicional revoada de balões brancos.

De acordo com a coordenadora da Rede Permanente Pela Paz, professora Sônia França, o evento é um dos mais importantes da organização justamente porque é um trabalho preventivo feito com crianças. “O objetivo maior é que, desde o início da vida, os pequenos participem de ações pela paz. As crianças de 0 a 6 anos começam a aprender e vivenciar boas ações. Toda cultura pode ser aprendida e ensinada e, para mim, vivenciar a paz desde pequeno é a única maneira de superar a violência dos dias atuais”, ressalta.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.babycrossebm.com.br. Os inscritos poderão doar o brinquedo e retirar sua camiseta nos dias 17, 18 e 19 de setembro no Espaço EBM, localizado na Alameda Ricardo Paranhos, Setor Marista. Os brinquedos arrecadados serão doados para a Rede Permanente Pela Paz.

Serviço:

4º Baby Cross Criança da Paz

Data: 20 de setembro (domingo)

Horário: a partir das 8h

Inscrições: www.babycrossebm.com.br

Local: Espaço EBM – Alameda Ricardo Paranhos, Setor Marista

PERFORMANCE EM BIKES E EXPOSIÇÃO DE BICICLETAS  NO PORTAL SHOPPING

PERFORMANCE EM BIKES E EXPOSIÇÃO DE BICICLETAS NO PORTAL SHOPPING

O Portal Shopping está com Exposição de Bicicletas aberta ao público.

Especialmente hoje, às 19 horas, cinco atletas vão fazer uma Performance em Bikes, que é uma demonstração de pedal em cilindros.


SERVIÇO
Performance em Bikes e Exposição de Bicicletas
Data: Performance – 30 de julho; Exposição – de 28 de julho a 09 de agosto
Horário: Performance – 19h; Exposição – das 10h às 22h
Local: Portal Shopping
Endereço: Av. Anhanguera, nº 14.404, Bairro Capuava, Goiânia – GO
Participação gratuita

HIPER MOREIRA PROMOVE AULÃO GRATUITO DE JIU-JITSU

HIPER MOREIRA PROMOVE AULÃO GRATUITO DE JIU-JITSU

O Hiper Moreira realiza no próximo sábado (11) um aulão de Jiu-Jitsu gratuito em parceira com a academia Fit 3.

As demonstrações e ensinamentos serão transmitidos pelo lutador faixa preta da Equipe Atrium Brazilian Jiu-Jitsu (Atrium BJJ) Fernando Toshio.

O evento também contará com a participação dos atletas patrocinados pelo Hiper Moreira, que também fazem parte da equipe Atrium BJJ.

O aulão terá início às 10h, em frente à entrada do Hiper Moreira, no Setor Coimbra.

A participação é gratuita e aberta a pessoas de todas as idades.

Não é preciso fazer inscrição.

ESPORTE E CRESCIMENTO

ESPORTE E CRESCIMENTO

Vez ou outra o professor de Educação Física é abordado pelos pais com a seguinte pergunta:

– Professor, qual o melhor esporte para estimular o crescimento do meu filho? Não quero Ginastica Artística porque meu filho vai ficar baixinho, pensei em colocá-lo no basquete.

Uma questão para pensar: será que o basquete estimula o crescimento, ou jovens que possuem maiores estaturas terão melhor desempenho nesse esporte?

Será que a Ginástica Artística atrapalha o crescimento, ou indivíduos com menores estaturas terão mais sucesso?

Através de uma pequena pesquisa no PUBMED (base de dados Estadunidense sobre Medicina, Nutrição e Educação Física), encontramos vários artigos sobre exercício e crescimento.

Veremos alguns deles:

Um grupo de pesquisadores gregos (Universidade Patras) publicou 3 estudos interessantes sobre esse tema.

O primeiro deles (Georgopoulos et al., 1999) envolveu 255 atletas de Ginástica Rítmica (GR) e mostrou que o estresse psicológico e o excesso de treino afetam de forma profunda o crescimento e desenvolvimento sexual.

O segundo estudo (Georgopoulos et al., 2001) demonstrou que apesar de um atraso no desenvolvimento sexual, o qual foi compensado no final da puberdade, a pré-disposição para o crescimento não foi alterada, e surpreendentemente, até aumentada.

O último estudo (Georgopoulos et al., 2004) chegou à seguinte conclusão: não foi documentado prejuízo algum no crescimento, em qualquer esporte que não possua uma limitação dietética.

O treinamento físico intenso junto com um balanço energético negativo (dieta restrita) modifica o ajuste hormonal na puberdade, prolongando o estágio pré-púbere, atrasando assim, o desenvolvimento e a menarca em vários esportes.

Está claro que a Ginástica Artística/Rítmica não atrapalha o crescimento. A baixa estatura se dá por fatores genéticos (que incluem a pré-disposição para um esporte), baixa ingestão energética (dieta restrita), alta intensidade e treinos demasiadamente longos para as crianças, e não por um esporte em si.

O ideal e legalmente recomendado é que as crianças pratiquem esportes com professores de Educação Física capacitados (graduados em Educação Física e registrados no respectivo Conselho Regional), junto com o acompanhamento do Pediatra, para análises hormonais/maturacionais, e de um Nutricionista, para que não ocorram desequilíbrios nutricionais.

CECÍLIA VIEIRA RODRIGUES
COORDENADORA ACADEMIA CENG
PERSONAL TRAINER
CREF 01476-G/GO
TEL: (62) 8404 2081

Pesquisa aponta que 49,5% dos brasileiros não praticam esporte ou atividade física

Pesquisa aponta que 49,5% dos brasileiros não praticam esporte ou atividade física

A relação entre o brasileiro e a prática esportiva foi apresentada pelo ministro do Esporte, George Hilton, nesta segunda-feira (22.06), no Rio de Janeiro. Iniciativa inédita no país, a pesquisa Diagnóstico Nacional do Esporte (Diesporte) mostra que 45,9% da população brasileira é sedentária, o que representa 67 milhões de pessoas em todo o país, sendo que o índice de sedentarismo entre as mulheres é maior do que o dos homens, com 50,4% contra 41,2%.

“A partir de agora poderemos mensurar qual é a importância do esporte na formação do cidadão”, disse George Hilton, ao acrescentar que o objetivo do Ministério do Esporte é incluir a prática esportiva no cotidiano da população.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o indivíduo ativo regular é aquele que pratica alguma atividade física pelo menos três vezes por semana, em seu tempo livre, com duração mínima de 30 minutos. No Brasil, o Diesporte  aponta que a população mais jovem é a que mais pratica atividade física. Nas faixas entre 15 e 19 anos os declarados sedentários são 32,7%, já na faixa 20 a 24 anos o número sobe para 38,1%. A partir daí, a taxa de sedentarismo ultrapassa os 40% e vai crescendo continuamente até atingir 64,4% dos brasileiros entre 65 e 74 anos.

“Os números dão uma noção da relação entre os brasileiros e a prática esportiva. Isso nunca teve no país. Quero aproveitar o momento dos grandes eventos para deixar uma marca”, frisou Hilton. O perfil do praticante de esporte e atividade física aponta que 25,6% das pessoas praticam algum esporte, como futebol ou vôlei, e 28,5% contam com atividade física no seu cotidiano, seja caminhada, corrida ou academia. Segundo o ministro, os dados constatam que temos que ter menos sedentarismo e mais saúde.

Como parte do legado dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro de 2016, o objetivo é incluir o esporte e a atividade física no cotidiano e torná-los parte da formação integral da população. “A Olimpíada será o ponto de partida, porque vamos criar uma Rede Nacional de Treinamento. Não incentivaremos somente atletas de alto rendimento, mas a iniciação esportiva nas cidades do interior do país. O Sistema Nacional vai nos ajudar na administração e na gestão dos equipamentos que irão proporcionar a interiorização do esporte brasileiro”, explicou Hilton.

Esporte

O futebol é o esporte favorito dos brasileiros, sendo praticado por 76,6% das pessoas que fazem atividade física. Em seguida, aparecem: vôlei (21,4%), academia (4,5%) e corrida (3,8%). “O futebol é o que domina e é a maior referência dos brasileiros. Isso é um indicativo de que nós temos que despertar, por meio das Olimpíadas, o legado imaterial para fazer com que as crianças queiram praticar outras modalidades”, analisou o ministro.

Raio-X

Executado entre 2010 e 2014, o Diesporte é a mais abrangente sondagem sobre esporte já feita no país. A pesquisa também reuniu dados sobre financiamento, legislação e infraestrutura esportiva do Brasil. Realizada pelo Instituto Visão, a pesquisa contou com a participação de pesquisadores das Universidades Federais do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro, de Goiás, do Amazonas, de Sergipe e da Bahia, que ajudou na execução do diagnóstico.

Breno Barros, do Rio de Janeiro (RJ)

Ascom – Ministério do Esporte (61) 32171875

Pin It on Pinterest